Ferramentas de Rede

Esta é uma excelente ferramenta para diagnóstico e análise de rede. Ela possui um conjunto dos principais itens de verificação da conectividade com Hosts e Endereços de rede (TCP/IP).

Você pode fazer isto através de: Resolve/Reverse Lookup, Get DNS Records, Whois (Web + IP Owner), Check Port, Ping Host, Traceroute to Host. Você, também, pode usar as ferramentas individualmente ou fazer um Check All, ou seja, testar tudo de uma vez.

Se você precisa diagnosticar problemas ou analisar sua rede esta ferramenta certamente será muito útil.




DIAGNÓSTICO DE PROBLEMAS DE REDE


Para o diagnóstico das Redes TCP/IP geralmente normalmente são usadas as ferramentas apresentadas a seguir.

Ping

Esse comando de diagnóstico verifica as conexões para um ou mais computadores remotos. Sintaxe:

Quadro 7: Comandos para a verificação de computadores remotos


PING

Ping [-t] [a] [-n num] [-I tamanho] [-f] [-i tti] [-w tempo de resposta] endereço de destino

-t – Utiliza o ping no host especificado até ser interrompido.

-a – Resolve os endereços dos nomes de host.

-n num – Envia o número de pacotes ECHO especificado por num. O padrão é de 64 bytes.

-I tamanho – Envia o pacote ECHO especificado por num. O padrão é de 64 bytes.

-f – Envia o flag DO NOT.

-i Define o TTL do pacote IP.

-w – Define o número do time-out.

endereço de destino – Endereço IP para teste.

 

O comando ping verifica as conexões para os hosts remotos enviando pacotes echo ICMP para o host e executando os pacotes de resposta echo. O ping espera até um segundo para cada pacote e enviado e imprime o número de pacotes transmitidos e recebidos.

Quadro 8: Identificação de Pacotes Recebidos e Transmitidos


PING

Disparando contra 200.137.135.54 com 32 bytes de dados:

Resposta de 200.137.135.54:bytes=32 tempo=55ms Tempo de vida=29

Resposta de 200.137.135.54:bytes=32 tempo=57ms Tempo de vida=29

Resposta de 200.137.135.54:bytes=32 tempo=57ms Tempo de vida=29

Resposta de 200.137.135.54:bytes=32 tempo=57ms Tempo de vida=29

Estatísticas do ping para 200.137.135.54:

Pacotes: Enviados = 4, Recebidos = 4, Perdidos = 0 (0% de perda),

Tempos aproximados de ida e volta em milissegundos:

Mínimo = 55ms, Máximo = 57ms, M,dia = 56ms

Entrada TTL                     Descrição

TTL igual a 0                   Restrito ao mesmo host.

TTL igual a 1                   Restrito à mesma sub-rede.

TTL igual a 32                 Restrito à mesma instalação.

TTL igual a 64                 Restrito à mesma região.

TTL igual a 128                Restrito ao mesmo continente.

TTL igual a 255                Irrestrito no escopo.

 

Arp

Esse comando de diagnóstico exibe e modifica as tabelas de tradução de endereço físico IP – Ethernet ou Token Ring usadas pelo Protocolo de Resolução de Endereço. Sintaxe:

PING

Arp [-a] endereço IP local [-N endereço IP remoto]

Arp [-d] endereço IP local [endereço IP remoto]

Arp [-s] endereço IP local endereço ETHERNET  [endereço IP remoto]

-a – Exibe as entradas ARP atuais.

-d – Exclui o host especificado por endereço IP local.

-s – Adiciona uma entrada ARP para associar o endereço IP local com o endereço físico endereço ETHERNET.

-N [endereço IP remoto] – Exibe as entradas ARP para a interface cuja tabela de tradução de endereço deve ser modificada. Se não estiver presente, a primeira interface aplicável será usada.

Endereço IP local – Especifica IP local.

Interface: 200.137.135.160 na Interface 0x1000002

Endereço Internet   Endereço físico    Tipo

200.137.135.52    00-60-2e-00-57-7f   dinâmico


Quadro 9: Exibir e modificar tabelas de endereço físico IP

 

Tracert

Este utilitário de diagnóstico determina a rota tomada para um destino enviando pacotes de echo Protocolo de Controles de Mensagens da Internet (ICMP) com vários valores TTL para o destino. Cada roteador, ao longo do caminho, é necessário para decrementar o TTL em um pacote de pelo menos 1 antes de encaminhá-lo; portanto, o TTL é efetivamente uma contagem de saltos. Sintaxe:

Quadro 10: Comando para identificar as rotas de pacotes trafegados


TRACERT

Tracert [-d] [-h saltos máximos] [-w tempo de resposta] endereço IP remoto

-d – Especifica os endereços não resolvidos para os nomes do host.

-h saltos máximos – Especifica o número máximo de saltos a pesquisar até o destino.

-w tempo de resposta – Espera o número de milissegundos especificado pelo tempo para cada resposta.

Endereço IP remoto – Nome do host de destino.

 

Route

Esse comando de diagnóstico manipula as tabelas de roteamento de rede. Sintaxe:

Quadro 11: Comando para manipular o roteamento de rede


ROUTE

Route [-f[ [-p] comando [destino] [MASK máscara] [gateway] [METRIC metric]

-f – Limpa as tabelas de roteamento de todas as entradas de gateway.

-p – Quando usado com o comando roude add, cria uma rota persistente através das reinicializações do computador.

Comando – Especifica um dos quatro comandos.

 

Netstat

Este comando de diagnóstico exibe as mensagens do protocolo e as conexões da rede TCP/IP atuais. Sintaxe:

Quadro 12: Comandos de exibição dos protocolos e das conexões


NETSTAT

Netstat [-a] [-e] [-n] [-s] [-p protocolo] [-r] [intervalo]

-a – Exibe todas as conexões e portas de escuta; as conexões do servidor normalmente não são mostradas.

-e – exibe as estatísticas Ethernet. Pode ser combinado com a opção-s.

-n – Exibe endereços e números de portas em forma numérica.

-s – Exibe as estatísticas por protocolo. Por padrão, as estatísticas são mostradas para TCP, UDP, ICMP e IP.

-p – Mostra as conexões para o protocolo especificado por protocolo; pode ser tcp ou udp.

-r – Exibe o conteúdo da tabela de roteamento.

Intervalo – Reexibe as estatísticas selecionadas, fazendo uma pausa de intervalos de segundos entre cada exibição.

 

Nbtstat

Esse comando de diagnóstico exibe características de protocolo e conexões TCP/IP correntes usando o NetBIOS sobre o TCP/IP. Sintaxe:

Quadro 13: Exibição das características lógicas da rede


NBTSTAT

Nbtstat [-a endereço IP remoto] [-A endereço IP] [-c] [-n] [-r] [-S] [-s] [intervalo]

-a Endereço IP remoto – Lista a tabela de nomes de computadores remotos usando o nome do computador ou IP.

-A Endereço IP – Lista a tabela de nomes dos computadores remotos usando o endereço IP do computador.

-c – Lista o conteúdo do cache de nomes NetBIOS, dando o endereço IP de cada nome.

-n – Lista os nomes NetBIOS locais.

-r – Lista as características de resolução de nomes para a rede Windows.

-S – Exibe as sessões de estado de trabalho e do servidor, listando os computadores remotos apenas pelo endereço IP.

[intervalo] – Reexibe as estatísticas selecionadas, fazendo pausas de intervalos de segundos entre cada exibição.

 





Contato
      |        Veja Grátis     |       XGrátis      |       Grátis na Web       |      InfoGrátis   |       Datahouse    |     Meuip

Este é um Serviço da DATAHOUSE Informática, conheça nossas soluções de Networks e Internet.